Entrar

Usuário:

Senha:


Esqueceu a senha?

Parceiros ACES

CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE SANTA CATARINA

Câmeras ao vivo | 24h on-line | Maaxcam

SANTA CATARINA TURISMO S.A.

Parceria ACES e Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE SURF

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE SURF

INSTITUTO BRASILEIRO DE SURF

Guia Floripa - O Guia de Florianópolis na Internet - Hotéis, Pousadas, Imóveis, Restaurantes, Bares, Festas, Eventos e muito mais.

SURF NEWS

DIVULGUE ACES

Incluir link da ACES em seu site:

ACES - Associao Catarinense das Escolas de Surf

Copie o texto acima e cole em seu site.
Escolas de Surf ACES Artigos de Surf e Educação Projetos ACES Artigos de Meio Ambiente e Sustentabilidade Artigos de Competição e Resultados
Informações Importantes Projetos Sociais Executados por Escolas de Surf Artigos de Surf e Saúde Mundo do Surf - SurfNews Área Restrita para Sócios
RSS

(1) 2 3 »
  em 19-10-2016 13:44 (241 leituras)
Edital 2016 (clique para abrir anexo):
  • O edital deste ano veio junto com as outras modalidades que utilizam TENDAS FIXAS (não mais ambulante);
  • Os documentos continuam os mesmos do ano passado;
  • Em relação ao ALUGUEL DE EQUIPAMENTO ESPORTIVO, o setor jurídico da SESP em reunião com a Diretoria da ACES, esclareceu que seriam raquetes de frescobol, bolas, etc, exposto em "Nota de Esclarecimento" (link), e embora esteja escrito que exclui as modalidades do edital de náutica sem mencionar pranchas de surf e bodyboard, o jurídico da SESP explicou que não autorizará aluguel de pranchas e bodybord, e para outros equipamentos esportivos, ainda vai avaliar a legislação específica de cada praia.
  • O Edital encerra no dia 26/10/2016,

Link para Anexo...

Recadastro 2016:
  • Estamos aguardando as cartas da Fecasurf para que possamos entregar todos os documentos juntos, como fazemos todo ano;
  • na semana que vem já avisaremos o dia da entrega dos documentos, enviaremos e-mail e whats app;
  • SÓ EMITIREMOS OS CERTIFICADOS DE QUEM CONFIRMAR ATUAÇÃO NESTA TEMPORADA, POR ISSO, AGUARDAMOS SUA CONFIRMAÇÃO DE ATUAÇÃO (Hj temos mais de cem documentos que nunca foram retirados e isso é dinheiro jogado fora)
Att
Diretoria ACES
Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 4185 bytes | Comentários?
em 18-10-2016 21:00 (205 leituras)
Em Tóquio-2020, cinco novos esportes vão fazer parte do programa dos Jogos Olímpicos: beisebol/softbol, caratê, skateboard, alpinismo e surfe.

Com o objetivo de discutir parcerias esportivas e aproveitar a experiência brasileira na organização dos Jogos Rio 2016, o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, se encontrou, nesta sexta-feira (19.08), no Museu Cidade Olímpica, ao lado do Estádio Olímpico (Engenhão), no Rio de Janeiro, com o ministro da Educação, Cultura, Ciências, Tecnologia e Esporte do Japão, Hirokazu Matsuno.

Fonte: http://www.esporte.gov.br/index.php/u ... esportiva-entre-os-paises
Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
em 18-10-2016 20:58 (196 leituras)
Publicado em 05 Outubro 2016 - Ministério do Esporte

Ao longo dos dias de competição dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em agosto, os atletas militares foram responsáveis pela conquista de 13 entre as 19 medalhas brasileiras. Diante do resultado até acima das metas anteriormente traçadas, representantes dos ministérios do Esporte e da Defesa asseguraram nesta terça-feira (04.10), em audiência pública na Câmara dos Deputados, a continuidade do Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR).
“A gente tem como objetivo manter todos os programas de sucesso e aperfeiçoá-los”, afirmou o secretário de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Luiz Lima, destacando a necessidade de que esporte seja mais difundido pelas regiões do Brasil. Dos 465 atletas que representaram o Brasil no Rio, 294 eram da região Sudeste, 73 da Sul, 51 da Nordeste, 21 da Centro-Oeste e apenas sete da Norte (os demais eram estrangeiros). “As Forças Armadas têm papel fundamental para a gente ter a chance de equilibrar esse número. Quando eu vejo três mil atletas na região Norte no programa Forças no Esporte, isso me enche de orgulho”, acrescentou Lima.
“A audiência é uma oportunidade excelente não só para trazermos os atletas, mas também de nós virmos aqui falar dos nossos programas de alto rendimento e o Forças no Esporte, em que atendemos 21 mil crianças em todo o Brasil e que pretendemos ampliar a partir do ano que vem”, ressaltou o Tenente Brigadeiro Ricardo Machado Vieira, secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto (SEPESD) do Ministério da Defesa.
O PAAR contempla hoje 27 modalidades olímpicas, mas, para Tóquio 2020, deverá passar por ajustes, já que cinco novos esportes foram incorporados ao programa dos Jogos: surfe, skate, beisebol, escalada e caratê. “Já estamos refinando o planejamento para alcançar o próximo ciclo, com vistas aos Jogos Olímpicos de Tóquio e passando anteriormente pelos Jogos Mundiais Militares da China, em 2019. A gente pretende ampliar as metas”, adiantou o vice-Almirante Paulo Martino Zuccaro, presidente do Conselho Desportivo Militar do Brasil (CDMB) e diretor do Departamento de Desporto Militar do Ministério da Defesa.

Veja mais...
Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
em 10-10-2016 16:20 (183 leituras)

Pauta: nomeação da Diretoria ACES FLORIPA, alteração estatutária para Federação e outros assuntos




Boa tarde sócios, amigos e Diretoria ACES


Durante a última gestão da ACES, discutimos em várias instâncias e em diversas cidades de Santa Catarina, a transformação da ACES em Federação.  Com a fundação das unidades ACES de Balneário Camboriú, Bombinhas, Florianópolis e Extremo Sul, esta necessidade passou a ser urgente e, portanto, nossa prioridade neste momento.   As alterações necessárias no estatuto estão sendo realizadas e, além das unidades ACES supracitadas, a FECASURF, a FECASUP e o SALVA SURF serão incluídos em nosso estatuto como filiados.



Após dez anos de funcionamento, atingimos uma maturidade e credibilidade que precisa evoluir para ações concretas e projetos que envolvam atletas de base e as escolas de surf, stand up paddle, que carecem de políticas públicas destinadas à elas.



Com a federalização do esporte, não conseguimos aprovar projetos se não estiverem vinculados ao orçamento de alguma federação, e estas, por sua vez, já possuem orçamentos enxutos e apertados para realizar seus calendários de eventos.  Torna-se necessário que tenhamos também nossa participação nestas políticas de financiamento de projetos, ainda mais agora com o Surf Olímpico, o que poderá alavancar o trabalho de várias escolas.



Além disso, nestes últimos meses, com o levantamento de diversos ilícitos por parte de políticos e associações esportivas não idôneas, e a divulgação da “política” de benefícios e propinas que pessoas mal intencionadas criaram para “se dar bem”, outras medidas serão tomadas para que estes fundos sejam direcionados à quem realmente trabalha na área e vive este universo em sua íntegra. 



O nome escolhido para nossa Federação é FECEESS – FEDERAÇÃO CATARINENSE DE ESPECIALISTAS E ESCOLAS DE SURF, STAND UP PADDLE (a ser aprovada), sendo sucessora da ACES com todo o histórico do bem que carrega nossa entidade.



No dia 23 de Outubro, estaremos alterando o estatuto da ACES para a nova Federação, e empossando sua Diretoria. Primeira chamada às 11:00h e início em segunda chamada às 11:30h com qualquer número de presentes.



Neste mesmo dia também, estaremos empossando a diretoria da ACES FLORIPA , que já foi fundada em 2014 mas até hoje não foi composta sua Diretoria.  Para isso, pedimos o auxílio de vcs, e quem tiver interesse em participar desta diretoria deverá estar presente no dia.  Se preferirem propor uma Diretoria completa, também receberemos a solicitação e levaremos para aprovação no dia.



Atenciosamente



Roger Souto Mayor



CHAMADA:


Assembléia Ordinária Anual


Data:  23/10/2016


Hora:  11:00h em primeira chamada


           11:30h em segunda chamada


Local: a definir


Pauta:  Nomeação e Posse da Diretoria ACES FLORIPA gestão 2016/2020


             Alteração Estatutária ACES para FECEESS


             Nomeação e Posse da Diretoria FECEESS gestão 2016/2020


             Assuntos diversos


             Entrega de Certificados do Curso de Orientador de Surf

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 4769 bytes | Comentários?
em 09-09-2016 04:09 (2176 leituras)

Manual do Multiplicador – Projeto de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo – Universidade de Brasília – Centro de Excelência em Turismo Brasília: Ministério do Turismo, 2013. 100 p. Il.

Inclui bibliografia.

  • 1. Manual.
  • 2. Turismo.
  • 3. Exploração Sexual.

Este link foi disponibilizado no facebook para facilitar a leitura.

Reprodução permitida, desde que citadas as fontes

Link: http://issuu.com/ministeriodoturismo/docs/manual_do_multiplicador

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
em 09-12-2013 14:00 (2170 leituras)
DIÁRIO OFICIAL DE FLORIANÓPOLIS
PUBLICA RESULTADOS DOS EDITAIS DE
ESCOLA DE SURF 2013-2014 (em 06/12/2013)

http://www.pmf.sc.gov.br/arquivos/dia ... 90d23833af6aab28837f3.pdf

Páginas 110 a 119 - ESCOLAS DE SURF
Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
em 12-10-2013 18:10 (2300 leituras)


Em 2014, numa parceria inédita, a Prefeitura de Florianópolis através do PROCON, o CREF-SC e a SESP atuarão em conjunto, com o apoio da polícia civil.



 


A legislação vigente dispõe mais sobre academias do que escolas de surf, propriamente dito, mas as escolas entram nos "similares".   Existem escolas que tem sede em terreno particular, que tem CNPJ, e que serão fiscalizadas com base na Nota Técnica 01/2013 que dispõe sobre academias, clubes desportivos e similares, bem como as informações aos consumidores.


 


Veja em:


 



 


Norma 01/2013



 


A Norma recomenda manter em local visível as seguintes informações:


 




  1. Alvará de funcionamento, expedido pela Prefeitura


  2. Alvará Sanitário


  3. Certificado de Registro de Funcionamento de Pessoa Jurídica expedido pelo CREF-SC anualmente


  4. Nome do Responsável Técnico com foto e número de registro no CREF/SC


  5. Quadro Técnico - nome, número de registro e modalidade


  6. Nome do acadêmico em estágio e a Universidade, quando for o caso.



Fiquem atentos!



 


Para o espaço público, ou seja o Alvará expedido pela prefeitura através de licitação anual para as Escolas de Surf, é necessário:


 


>>>>>>>>> portar todos os documentos que foram exigidos pelo edital <<<<<<


 


além do protocolo de entrada para o alvará ou o próprio alvará, caso já esteja disponível.


.


 


 


 


ENTRE NA ONDA CERTA,


ESCOLHA UMA ESCOLA DE SURF CREDENCIADA ACES.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 3541 bytes | Comentários?

  em 02-10-2013 00:10 (2012 leituras)

O programa Rumos Itaú Cultural completa 16 anos. Nesse período, possibilitou ações artísticas e culturais que atingiram um público de mais de 5,1 milhões de pessoas, selecionou 1.130 artistas, pesquisadores e produtores, construiu relações culturais e afetivas e gerou outros programas, se reinventando a cada edição.

Em 2013, o Rumos Itaú Cultural apresenta mudanças profundas e estruturais em seu conceito, fruto do diálogo entre artistas, produtores, pesquisadores, cientistas e gestores da instituição. O resultado é uma estrutura adaptável que, independente da área de expressão ou do campo de reflexão, encara deslocamentos e desafios em seu processo e não apenas atende uma ação tradicional de constituição permanente e estável. Memória e transformação juntos em busca de melhoras.

O montante total aportado por proposta, projeto ou obra, observará o limite de até R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) brutos.

O projeto poderá ser inscrito em uma ou mais das modalidades indicadas na ficha de inscrição:

  • a. Articulação
    Articular entre instituições, artistas, produtores culturais, público e outros envolvidos atividades contínuas ou específicas relacionadas à produção artística e cultural;

  • b. Circulação de repertório
    Projeto de circulação de apresentações artísticas (teatro, dança, música, entre outros) e de acervos (artes visuais, fotografias, entre outros) no Brasil e no exterior;

  • c. Criação e/ou produção de obra
    Projeto de desenvolvimento de trabalhos artísticos variados – de instalações, composições, performances, coreografias, roteiros, espetáculos, ensaios fotográficos, a programas de rádio, TV, internet, documentários, CDs e DVDs;

  • d. Desenvolvimento de produtos, plataformas e softwares
    Projeto de desenvolvimento de produtos artísticos/culturais, desde ações concretas a propostas virtuais, como plataformas web, games, agentes inteligentes e aplicativos;

  • e. Documentação
    Organização e preservação de acervos, digitalização de documentos, entre outros, relacionados à arte e à cultura brasileiras;

  • f. Finalização de projetos
    Projeto em andamento;

  • g. Formação
    Projeto com foco na educação cultural, formal ou não formal, a ser realizado no Brasil;

  • h. Pesquisa
    Desenvolvimento de pesquisas relacionadas à arte e à cultura brasileiras;

  • i. Publicação
    Projeto de edição de livro, catálogo, revista, jornal, fanzine, quadrinhos ou outros, em qualquer suporte;

  • j. Crítica
    Projetos de crítica (acadêmica, jornalística ou outra) às produções contemporâneas em todos os campos de expressão artística;

  • k. Residência
    Proposta de indivíduos ou coletivos para vivências em residências nas áreas de artes, cultura, pesquisa e educação no Brasil ou no exterior;

  • l. Oficina, seminário, encontro e similares
    Projeto de realização de seminário, simpósio, debate e oficina, entre outros, com a possibilidade de convidados do Brasil e/ou do exterior;

  • m. Outras possibilidades
    Projetos que não se incluam em nenhuma das modalidades acima podem ser especificados em detalhes para nossa avaliação.

Mais informações no site oficial:

http://rumositaucultural.org.br/como-funciona

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?

em 22-08-2013 12:50 (1469 leituras)
EDITAL PARA ESCOLAS DE SURF FLORIPA-  até 30 de Setembro

Boa tarde

A Prefeitura tem trabalhado muito no sentido de liberar os alvarás de Verão em tempo hábil para a Temporada 2013-2014.
Edital para Escolas de Surf prorrogado para até o dia 30 de Setembro de 2013.
Entregaremos os Certificados de Escola Qualificada da ACES e Declaração de Capacidade Técnica da FECASURF.

EDITAL PARA ESCOLAS DE SURF e devidas RETIFICAÇÕES 1 E 2

O prazo máximo para as inscrições foi alterado para dia 30 de Setembro.
As Escolas que ainda não retiraram seus documentos, devem procurar a ACES imediatamente, via fone (48) 9991 3535 com Roger
Arquivos anexados:

Os Certificados serão entregues para os Associados que estão devidamente recadastrados e com suas obrigações de associados em dia.   

Para quem ainda não recolheu a taxa de R$ 100, 00 referente à anuidade da Escola e do Prof Responsável, e optou por ser associado, pode recolher no momento da entrega dos Certificados.


Att
Diretoria ACES

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?

em 15-03-2013 23:11 (1348 leituras)

Dicas do professor Marcelo Nakagawa (*), coordenador do Centro de Empreendedorismo do Insper para quem tiver interesse em melhorar seu desempenho empreendedor.

1. Misture-se a outros empreendedores. Há encontros de empreendedorismo em muitas cidades. Essas reuniões são essenciais tanto para quem já tem um negócio quanto para os que procuram inspiração para abrir uma empresa. É nelas que você poderá encontrar sócios, parceiros e clientes, além de ouvir histórias de sucesso e fracassos – essenciais para quem está no começo.

2. Aprenda a planejar o negócio. Para fazer isso, há duas formas principais, uma para negócios tradicionais (offline) e outra para os digitais. Se sua empresa oferece um produto ou serviço que já existe, comece traçando um plano de negócios. Com ele tudo ficará mais claro. Se o negócio for virtual, será preciso iniciar por uma forma simplificada do que você pretende oferecer. Assim será possível sentir o mercado e planejar, testando diretamente o protótipo (ou a fase beta do negócio). Dessa forma mais interativa também será possível receber mais retorno de clientes e usuários do produto ou serviço.

3. Busque o sócio ideal. Normalmente, toda empresa tem pessoas com duas competências: fazer e vender. Antes de abrir um negócio, tenha claro se você é do time dos que fazem ou dos que vendem. Idealmente, toda empresa tem pelo menos dois sócios, cada um com sua característica principal. Dividir as tarefas é importante para fazer o negócio engrenar. Se você acumular as duas funções, sua vida pessoal irá se tornar um caos, especialmente se você usar o dia para vender a ideia e a noite para realizá-la. Encontre pessoas com capacidades complementares às suas. O início do processo de empreender é estafante e requer muita dedicação.

4. Tente (pelo menos!) fazer uma previsão do fluxo de caixa do negócio. De quanto você vai precisar para abrir o negócio? Depois de quanto tempo o caixa deverá se tornar positivo? Isso é essencial para se planejar financeiramente, especialmente se você tiver muitas contas para pagar e for o principal suporte financeiro da família. Esteja preparado para enfrentar as dificuldades iniciais e não desistir facilmente de uma boa ideia por precisar voltar a ter um salário. Se seu perfil for o de uma pessoa que só consegue ter sossego com um bom saldo na conta bancária, aumente a poupança enquanto tiver um salário fixo, por exemplo, para se sentir mais seguro depois.

5. Seu preparo psicológico poderá ser até mais importante que o planejamento estratégico. Ele varia muito de pessoa para pessoa, mas fique atento a pontos essenciais, como a dependência do trabalho em grupo, a estabilidade financeira, o peso da vida pessoal etc. É essencial buscar pelo menos um ou dois mentores e fazer reuniões a cada dois ou três meses para conversar sobre como vai a vida empreendedora e também a pessoal. Na ânsia de fazer o negócio se tornar realidade, muitos empreendedores abrem mão de suas vidas pessoais. Os mentores podem ajudá-lo a permanecer com os pés no chão e balancear as necessidades do negócio e de sua vida fora dele.

No futuro, os mentores poderão integrar o conselho de orientação e/ou administração da empresa. Ao escolher esses conselheiros, considere três perfis diferentes. O primeiro pode ser alguém que entenda de gestão. Vale chamar um amigo que trabalhe numa grande empresa e que seja capaz de traduzir técnicas de gestão usadas no dia a dia para uma pequena empresa. Outro mentor pode ser um estudioso de negócios, que traga ideias novas. Vale um professor e até um estudante de administração de empresas. O terceiro mentor pode ser um cliente que é amigo e possa criticar seu negócio do ponto de vista do consumidor. Além de ajudar a empresa a se tornar mais sólida, os conselheiros são importantes para torná-la mais profissional. É para eles que você deverá apresentar seus resultados, por exemplo.

6. Divida seu tempo. Antes de começar o negócio, sente com sua família e tenha uma conversa franca. Prepare-se (e prepare-os) para o período até o ponto de equilíbrio da empresa (quando ela sai do vermelho e começa a pelo menos não dar prejuízo). Tenha claro que essa fase será de muito trabalho (sabe aquela história de 100% transpiração? É bem por aí!) e que você terá pouco tempo para se dedicar à família e aos amigos. Toda essa preparação faz parte do investimento emocional de empreender. Depois que o negócio andar com as próprias pernas, equilibre suas vidas pessoal e profissional. Empreendedor também precisa ter descanso, tirar férias... Use a sazonalidade do negócio, por exemplo, para tirar dias de folga, viajar com a família e relaxar.

7. Interaja com seu mercado consumidor. Isso é essencial sempre, mas especialmente nos primeiros seis meses, durante a elaboração do seu plano de negócios ou do protótipo de seu produto. Vá a feiras e eventos voltados ao seu público, converse com as pessoas, mostre seu projeto.

8. Contrate bons profissionais. Uma das principais dores de cabeça dos empreendedores está na contratação de uma empresa de contabilidade. Para evitar problemas, converse com outros empreendedores e conheça pelo menos cinco clientes do contador que pretende contratar antes de fechar o contrato. Seu contador precisa ser “invisível” na empresa. Se a presença dele for muito frequente, será um sinal de que algo vai mal.

9. Esteja ao lado da lei. Tirar alvarás de funcionamento, autorizações e outros documentos públicos requer tempo. Em geral, demora-se bastante para acertar todos os detalhes do negócio. Fique atento ao período também. Uma época eleitoral ou pós-eleitoral, por exemplo, pode atrasar ainda mais a obtenção de documentos, pois geralmente há mudanças nos cargos de confiança municipais e estaduais. O planejamento legal do seu negócio precisa ocorrer em paralelo com as outras diretrizes do negócio. Não deixe para depois.

10. Busque inspiração constante. Se você quer ser empreendedor, precisa gostar de negócios. Busque informações sobre grandes empresas e empreendedores que você admira. Vá a feiras e congressos nacionais e internacionais, leia sobre o assunto. A inspiração pode vir até da concorrência, mas não apenas dela. Procure referências em áreas diferentes da sua. Os donos do Starbucks, por exemplo, se espelharam no design da Apple, na inovação da Nike, na logística da Zara, na experiência de ambientes da Walt Disney Company. Aprendendo com os exemplos de outros, você certamente se sentirá mais motivado.

Fonte: http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI326610-17180,00-PASSOS+PARA+VOCE+TOMAR+CORAGEM+E+EMPREENDER+EM.html">Pequenas Empresas & Grandes Negócios

(*) Professor Marcelo Nakagawa tem mais de 20 anos de experiência como executivo nos segmentos bancário, de consultoria estratégica, de venture capital, inovação e private equity e como professor de empreendedorismo e inovação nas principais escolas de negócio de São Paulo. É mentor da Endeavor e da Artemísia, vice-presidente da Amcham no comitê Business in Growth (BIG) e membro do conselho consultivo da Anjos do Brasil. Incansável, o professor é ainda autor do livro Plano de Negócio: Teoria Geral (Manole, 2011) e coautor dos livros Engenharia Econômica e Finanças (Elsevier, 2009) e Sustentabilidade e Produção: Teoria e Prática para uma Gestão Sustentável (Atlas, 2012). Mas, principalmente, é um apaixonado pelo tema. “Percebi que eu seria muito mais útil ensinando sobre empreendedorismo do que aplicando todo esse conhecimento só para mim”, finaliza.

Mais no blog do Professor Marcelo Nakagawa ou no Facebook do professor.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
em 15-03-2013 23:00 (1544 leituras)

A revista pequenas empresas e grandes negócios selecionou 10 filmes que inspiram qualquer empreendedor, veja lista:

1. O homem que mudou o jogo (2011)
Longe de ser um filme sobre esporte, O homem que mudou o jogo mostra como o treinador Billy Beane (Brad Pitt) fez o Oakland Athletics se destacar na liga nacional de beisebol. A grande sacada de Beane para fazer isso foi analisar estatísticas da equipe, que tinha a menor folha salarial entre as competidoras.

2. A rede social (2010)
A rede social conta a história de Mark Zuckerberg (Jesse Eisenberg), o fundador do Facebook, mostrando a criação da rede dentro da universidade Harvard, em 2003. Mostra sua controversa relação com outros fundadores, como o brasileiro Eduardo Saverin (Andrew Garfield), e com empreendedores, como Sean Parker (Justin Timberlake), o primeiro presidente do Facebook.

3. Quem quer ser um milionário (2008)
Um dos maiores sucessos recentes do cinema indiano, Quem quer ser um milionário mostra o jovem Jamal Malik (Dev Patel) num famoso programa de perguntas e respostas na TV. Jamal busca em sua própria história, marcada por uma infância miserável e violenta, as respostas para as questões perguntadas pelo apresentador. É um exemplo de busca de força interior, algo essencial para empreendedores.

4. À procura da felicidade (2006)
Em À procura da felicidade, Will Smith interpreta Chris Gardner, um pai de família com problemas financeiros. Tantos que sua mulher sai de casa, deixando o filho Christopher (Jaden Smith), de 5 anos. Chris consegue um estágio não-remunerado numa corretora de valores, mas não consegue dar conta das despesas da casa. Com isso, ele e o menino acabam dormindo em abrigos e estações de trem. É um grande exemplo de que se você tem um sonho, não deve desistir de alcançá-lo.

5. Piratas da informática (1999)
Um clássico entre os apaixonados por tecnologia, Piratas da informática também é conhecido como Piratas do Vale do Silício. O filme mostra o começo de duas das principais empresas de tecnologia do mundo, a Apple e a Microsoft. Retrata as brigas de bastidores entre Steve Jobs (Noah Wyle) e Bill Gates (Anthony Michael Hall), a concorrência entre as companhias e sua importância no setor.

6. Jerry Maguire – A grande virada (1996)
Depois de uma crise de consciência, o bem-sucedido agente esportivo Jerry Maguire escreve um documento defendendo que os agentes deveriam cuidar da carreira dos atletas de forma mais humana, ainda que isso significasse ganhar menos. Depois disso, acaba sendo demitido da consultoria onde trabalhava e perde seus clientes, à exceção do jogador de futebol americano Rod Tidwell (Cuba Gooding Jr). Jerry Maguire – A grande virada é um filme que mostra como é possível vencer depois de um fracasso.

7. Tucker – Um homem e um sonho (1988)
Baseado numa história real, o filme mostra a trajetória de Preston Tucker (Jeff Bridges), um empreendedor que tinha o sonho de criar um carro à frente de seu tempo. Depois da Segunda Guerra Mundial, ele construiu o Trucker Torpedo, um carro mais seguro e veloz que os concorrentes da época. O projeto, no entanto, não deslanchou, pois sofreu com o lobby da indústria automobilística americana.

8. O segredo do meu sucesso (1987)
O jovem Brantley Foster (Michael J. Fox) deixa uma cidadezinha no Kansas para tentar o sucesso em Nova York. Ao chegar lá, as coisas não saem como planejadas e ele se vê obrigado a pedir um emprego ao tio, Howard Prescott (Richard Jordan), que controla uma empresa milionária. Como o trabalho é modesto, Brantley, decide levar uma vida dupla, criando um personagem chamado Carlton Whitfield, um executivo de ideias brilhantes, mas que ninguém sabe de onde veio.

9. Wall Street – Poder e cobiça (1987)
Wall Street – Poder e cobiça mostra que se você quer ser bem-sucedido, precisa enfrentar riscos. Bud Fox (Charlie Sheen) é um corretor ambicioso que trabalha no mercado financeiro. Certo dia, dá ao bilionário Gordon Gekko (Michael Douglas) algumas informações sigilosas e acaba se tornando seu discípulo, abrindo mão de ética, valores e escrúpulos para ter sucesso.

10. O Poderoso Chefão (1972)
A clássica trilogia dispensa muitas recomendações e mostra a trajetória da família Corleone e seus negócios ilícitos. Mostra as vantagens e as desvantagens de empreender “em família”.

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?

em 08-03-2013 15:14 (1089 leituras)

Brasília (DF) – O prazo para a participar da Consulta Pública para reestruturação do Programa de Regionalização do Turismo foi prorrogado para até o dia 8 de março, em virtude do grande número de contribuições recebidas pela Secretaria Nacional de Políticas de Turismo (SNPTur) do Ministério do Turismo; e considerando solicitação de pessoas e entidades ligadas direta ou indiretamente ao desenvolvimento de políticas de turismo.

Com a reestruturação do programa, o Turismo busca imprimir mais eficiência à renovação da administração pública, por meio da incorporação de novos processos de planejamento e gestão.

A minuta da proposta de estrutura do programa ficará disponível no endereço http://consulta.turismo.gov.br/


Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
em 04-03-2013 14:15 (1588 leituras)

Milhões de brasileiros estão formalizando os seus negócios, com CNPJ, nota fiscal e Previdência Social para suas famílias.

O Empreendedor Individual é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um empreendedor individual, é necessário faturar hoje no máximo até R$ 60.000,00 por ano ou R$ 5.000,00 por mês e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular.

Pela Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, o trabalhador conhecido como informal pode se tornar um Empreendedor Individual legalizado. Ele passa a ter CNPJ, o que facilitará a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais.

Será enquadrado no Simples Nacional e ficará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Com o salário Mínimo atual de R$ 678,00 a contribuição previdenciária (INSS) é de 5% o que ficará em R$ 33,90, mais R$ 5,00 (ISS), mais R$ 1,00 (ICMS), totalizando dependendo da atividade (serviço,comércio ou ambos) o valor total de R$ 39,90 por mês.


Com essas contribuições, o Empreendedor Individual terá acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros.

Veja como se registrar agora mesmo no Portal do Empreendedor. Saiba quais são as atividades permitidas para o trabalhador se inscrever como EI.

E aproveite as ferramentas do Sebrae que ajudam o Empreendedor Individual a ser lucrative e ter sucesso como empresário.

 

O que é o Empreendedor Individual

img - empresários têm mais chances de crescimento
O Empreendedor Individual (EI) é uma inovação no sistema tributário para que milhões de brasileiros formalizem os seus negócios.

A nova faixa de enquadramento do Simples Nacional legaliza os empreendedores individuais que faturam até R$ 60 mil por ano e que possuam, no máximo, um empregado.

Os profissionais que aderirem ao EI pagarão imposto “zero” para o governo federal e terão alíquotas muito reduzidas para as demais contribuições. O custo máximo de formalização é de R$ 39,90 por mês, dependendo da atividade profissional.

Cuidado com cobranças indevidas

O único custo da formalização é o pagamento mensal de R$ 33,90 (INSS), R$ 5,00 (Prestadores de Serviço) e R$ 1,00 (Comércio e Indústria) por meio de carnê emitido exclusivamente no Portal do Empreendedor. Qualquer outra cobrança recebida não é do governo, não está prevista na legislação e não deve ser paga.

Benefícios

- Com a regularização do negócio e o alvará emitido pela prefeitura, acaba o medo de que a mercadoria seja confiscada;

- Feito o registro da empresa, o empreendedor passa a ter CNPJ, possibilitando a abertura de conta em banco e o acesso a crédito com juros mais baratos;

- Com a empresa legalizada, o empreendedor poderá ter endereço fixo para facilitar a conquista de novos clientes;

- Apoio técnico do Sebrae;

- Cobertura da Previdência Social para o Empreendedor Individual e para a sua família;

- Possibilidade de negociação de preços e condições nas compras de mercadorias para revenda, com prazo junto aos atacadistas e melhor margem de lucro;

- Emissão de nota fiscal para venda para outras empresas ou para o governo;

- Dispensa da formalidade de escrituração fiscal e contábil.
Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 9209 bytes | Comentários?
em 07-08-2012 22:00 (1549 leituras)
.

.

RECADASTRO ACES 2012-2013 

IV ENCONTRO DE ESPECIALISTAS EM SURF E ESCOLAS DE SURF  


" SUP é SURF "


Data:  DIA 14 DE AGOSTO DE 2012 
Local: HOTEL PRAIA MOLE ECO VILLAGE

COFFEE BREAK COM ANGELA ALBINO 
(CANDIDATA A PREFEITA DE FLORIANÓPOLIS)

PROGRAMAÇÃO:


17h às 18h

  • Recadastro 2012 - 2013 - preenchimento de fichas e entrega de Certificados Escola Qualificada ACES e Declaração de Capacidade Técnica FECASURF


18h às 19h

  • I. Abertura com Pronunciamentos ACES, FECASURF, FECASUP, CREF-SC

  • II. Comentários acerca dos alvarás e licenças para SURF e SUP 2012 - 2013

  • III. Edital para Escola de Surf e Edital para Exploração Náutica 2012 - 2013

  • IV. Proposta das Entidades presentes a ser encaminhada para Prefeitura / SESP / Secretaria de Esportes


19h às 19:30h

  • Mesa redonda com Ângela Albino e Renato Melo

  • Proposta para plano de atuação da nova Secretaria de Esportes / Turismo


19:30h

  • Encerramento com Coffee Break


.

.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?

  em 14-02-2012 16:00 (2926 leituras)

Boa tarde à todos

Abaixo email enviado pela Porto Seguro em relação à Seguro para clientes de Escola de Surf.
Att
Diretoria ACES


A Porto Seguro oferece o melhor seguro do mercado para seus alunos aprenderem surf. Você conhece?

Tenha mais tranquilidade para você e seus alunos a partir de R$0,88...


Aguardamos seu contato

Abs.

Aventura Brasil Corretora e Administradora de Seguros Ltda.

fone/fax  11  5083.3256 e 2826.0363

 Compromisso ambiental: antes de imprimir este e-mail, avalie se há mesmo necessidade.

 

  

 

 

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
Artigos de Surf e Educação Escolas de Surf ACES Projetos ACES Artigos de Meio Ambiente e Sustentabilidade Artigos de Competição
Informações Importantes Projetos Sociais Executados por Escolas de Surf Artigos de Surf e Saúde Mundo do Surf - SurfNews Área para Associados, Proprietários e Orientadores de Surf ACES

Fortaleça sua empresa.

Valorize sua marca.

Apoie uma Escola ACES e
faça parte de uma rede de educadores empreendedores.

ACES unindo talentos e fortalecendo a educação e o esporte em Santa Catarina.

Incluir link da ACES em seu site:
Associação Catarinense de Especialistas em Surf

Copie o texto acima e cole em seu site.

Lista das Escolas de Surf Credenciadas ACES


SANTUR Ministério do Esporte Prefeitura Municipal de Florianópolis GOVERNO DE SANTA CATARINA
facebook
Escolas de Surf
twitter
RSS ACES SURF
rss

 

 

ESCOLA DE SURF, ESPECIALISTA, SURFSCHOOL, SANTA CATARINA, ESCOLA, SURF, STANDUPPADDLE, SUPTRIP, AVENTURA, WATERSPORTS, ACES, FLORIPA, PRAIAMOLE, ESCOLINHA, INGLESES, ECO, FLORIANOPOLIS, QUALIDADE DE VIDA, QUALIDADE, SALVA SURF, EDUCACAO, AMBIENTAL, CAPACITACAO, TREINAMENTO, QUALIFICACAO, SUSTENTABILIDADE, BRAVA, JOAQUINA, SURF SCHOOL, BARRA DA LAGOA, BRAVA, PADDLE, STANDUP, SUP, VIAGEM, SURFLESSONS, CAMPECHE, INGLESES, ACORES, LAGOINHA, MATADEIRO, CAPACITACAO, QUALIFICACAO, MORRO DAS PEDRAS, NAUFRAGADOS, PONTA DAS CANAS, BARRA DA LAGOA, LAGOA DA CONCEICAO, ESCOLA DE SURF, SURF TREINO , COMPETICAO , SURF AVANCADO, SURF , COMPETICAO, SURF SAFARI, SURF TOURS, SUPORTE TECNICO, CARENTES, CONSULTORIA