SURF NEWS

Entrar

Usuário:

Senha:


Esqueceu a senha?

Parceiros ACES

DIVULGUE ACES

Incluir link da ACES em seu site:

ACES - Associa��o Catarinense das Escolas de Surf

Copie o texto acima e cole em seu site.

FORTALECER

Escolas de Surf ACESArtigos de Surf e EducaçãoProjetos ACESArtigos de Meio Ambiente e SustentabilidadeArtigos de Competição e Resultados
Informações ImportantesProjetos Sociais Executados por Escolas de SurfArtigos de Surf e SaúdeMundo do Surf - SurfNewsÁrea Restrita para Sócios

« 1 ... 22 23 24 (25)
em 15-07-2009 22:19 (2037 leituras)

Há 5 mil anos, tem gente achando que os melhores momentos da vida acontecem em cima de uma onda. Se você duvida, veja um pouco do que essas pessoas têm a contar.

Uma cadela dentro de uma cápsula dando voltas no espaço. Era sobre isso que o mundo falava naquele 7 de novembro de 1957. Apenas 4 dias antes, a União Soviética lançara o Sputnik 2 carregando Laika, o primeiro ser vivo da história a entrar em órbita. Mas para um grupo de jovens estacionados numa estrada havaiana aquilo pouco importava. Em minutos, seriam eles que entrariam para a história. E reafirmariam um antigo dogma da filosofia do surf. "Nós estamos lá fora nos divertindo horrores enquanto o resto de vocês está fazendo qualquer outra coisa" – incluindo aí a conquista espacial.

Aqueles jovens faziam parte de um grupo de californianos que foi para o Havaí surfar o máximo possível e dar um jeito de sobreviver no resto do tempo. Comiam o que pescavam e dormiam em colchões doados pelo Exército de Salvação. Atraídos pelas grandes ondas da praia de Makaha, no litoral oeste da ilha de Oahu, logo ouviram falar de um lugar ainda mais desafiador. O north shore, ou litoral norte, é uma faixa com pouco mais de 10 km de extensão onde estão alguns dos melhores locais de surf do planeta. Mas, nos anos 50, era ainda pouco explorado e estava cercado de lendas.

As histórias sinistras envolviam principalmente a praia de Waimea. Desde que o adolescente Dickie Cross desaparecera naquelas ondas em 1943, falava-se em fantasmas, sacrifícios humanos e num castigo horrível para quem ousasse surfá-las. Com mais de 9 metros de altura, elas eram as ondas mais perigosas conhecidas até então – e continuaram assim pelas 3 décadas seguintes. Mas, naquele 7 de novembro de 1957, um dos jovens parados no acostamento decidiu que era hora de fazer o impossível.

Greg Noll, então com 19 anos, vestia seu tradicional calção listrado, mas o estilo irreverente foi substituído por um ar solene. Atrás dele seguiram os outros. Não há certeza sobre quem conseguiu descer a primeira onda com sucesso, mas a maioria das versões aponta para Noll. Ao chegar ileso à base e ver a onda explodir às suas costas, ele iniciou uma nova era na história da vertente mais temida do surf: as ondas gigantes. "Waimea era minha garota", diz no documentário americano Riding Giants ("Pegando Gigantes", não lançado no Brasil), uma coletânea de alguns dos melhores momentos da história do surf. "Eu surfei com uma linda mulher e ela me permitia delírios, desde que eu não passasse dos limites com ela."

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 11973 bytes | Comentários?
em 14-07-2009 23:28 (4561 leituras)
Trechos retirados de Capra, F. 1996. A Teia da Vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix, p. 23-29.

Crise de Percepção

À medida que o século se aproxima do fim, as preocupações com o meio ambiente adquirem suprema importância. Defrontamo-nos com toda uma série de problemas globais que estão danificando a biosfera e a vida humana de uma maneira alarmante, e que pode logo se tornar irreversível. Temos ampla documentação a respeito da extensão e da importância desses problemas.

Quanto mais estudamos os principais problemas de nossa época, mais somos levados a perceber que eles não podem ser entendidos isoladamente. São problemas sistêmicos, o que significa que estão interligados e são interdependentes. Por exemplo, somente será possível estabilizar a população quando a pobreza for reduzida em âmbito mundial. A extinção de espécies animais e vegetais numa escala massiva continuará enquanto o Hemisfério Meridional estiver sob o fardo de enormes dívidas. A escassez dos recursos e a degradação do meio ambiente combinam-se com populações em rápida expansão, o que leva ao colapso das comunidades locais e à violência étnica e tribal que se tornou a característica mais importante da era pós-guerra fria.

Em última análise, esses problemas precisam ser vistos, exatamente, como diferentes facetas de uma única crise, que é, em grande medida, uma crise de percepção. Ela deriva do fato de que a maioria de nós, e em especial nossas grandes instituições sociais, concordam com os conceitos de uma visão de inundo obsoleta, uma percepção da realidade inadequada para lidarmos com nosso mundo superpovoado e globalmente interligado.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 16872 bytes | Comentários?
em 14-07-2009 10:30 (2779 leituras)

Basicamente o surf consiste em descer uma onda equilibrado em cima de uma prancha. A princípio parece fácil, mas é necessário que o surfista tenha uma série de conhecimentos que antecede o domínio das sábias posições que permitem "pegar a onda".

A primeira condição para ser um bom surfista é saber observar o mar. Ver onde a onda quebra (arrebentação), qual é a direção da água, como está o vento. Antes de mais nada, o bom surfista é um observador cuidadoso do mar e um real conhecedor de ventos e marés.

Ao deitar numa prancha não se deve ficar nem muito à frente (isso provocaria o afundamento do bico) e nem muito atrás (que provocaria o contrário). A sensibilidade de cada um dá a melhor posição. Depois é só remar na direção das ondas. Bastam algumas remadas para entender as variações de direção e iniciar a intimidade fundamental com o instrumento.

O equilíbrio é um fator determinante na prática do surf. O importante no equilíbrio ao ficar de pé na prancha é a base. A posição dos pés é que vai dar esta base. Um bom método de aprender a ficar de pé é treinar fora da água, em cima da prancha na areia, ou mesmo num risco desenhado na areia. A destruição do risco, na prancha, resultaria no desequilíbrio.

Com as mãos colocadas na borda, como se fosse fazer uma flexão abdominal, você deve levantar-se rapidamente, com os pés fixos no mesmo lugar, isto é, com o pé de apoio atrás. Este pé de apoio deve ficar transversal à prancha. O pé da frente, que permite a manobra, fica em cima da longarina, ou seja, da linha do meio da prancha. O local correto de ficar de pé está um pouco atrás do ponto médio de flutuação da prancha (no lugar onde o peito estava apoiado na posição deitado).

Para quem está iniciando o mais indicado é "pegar" para o lado em que se possa ficar de frente para a onda (front-side), ou seja, quem coloca o pé direito na frente fica front-side em ondas para a esquerda. Já aqueles que colocam o pé esquerdo na frente, ficam front-side em ondas para a direita. Este é o princípio básico do equilíbrio, que deverá possibilitar todas as manobras na onda.

Mas quando o surfista está de costas para a onda, costuma-se dizer que ele está back-side para o lado que a onda quebra (Status Esporte, s/d).

Equipamentos necessários para a prática do surf

Prancha, parafina e cordinha. Se estiver frio recomenda-se utilizar uma roupa de borracha e se estiver muito calor uma camiseta de lycra para que o contato com a parafina não queime a pele.

As manobras mais conhecidas entre os surfistas

  • Cut back - esta manobra, bastante executada pelos surfistas, é um corte de 180 graus na onda quando ela começa a perder a qualidade. Quando os surfistas retornam à parte mais crítica da onda, ela já começa a se formar novamente. O cut back pode ser tanto de front side como de back side.

  • Front side - é quando o surfista está de frente prá onda e back side é quando ele está de costas para onda .

  • Aerial - é quando o surfista voa sobre a crista da onda. Dá um vôo com a prancha e cai novamente na parede da onda.

  • Tubo - manobra em que o surfista é encoberto pela parede da onda.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?

em 12-07-2009 21:30 (19435 leituras)

Abaixo as regras para regulamentação de Escola de Surf e/ ou Orientador de Surf em Santa Catarina, e credenciamento junto ao Sistema ACES / FECASURF / CRFEF3-SC.


A ACES- Associação Catarinense das Escolas de Surf, foi criada em 2002 com o objetivo de organizar, credenciar e orientar as Escolas e Orientadores de Surf Catarinenses. Parceira da FECASURF - Federação Catarinense de Surf , do CREF3-SC - Conselho Regional de Educação Física, da CBS - Confederação Brasileira de Surf, e das Prefeituras Municipais /SUSP, a ACES qualifica o segmento através de cursos e encontros, credenciando e recadastrando ano a ano todas as escolas do litoral Catarinense, além de acompanhar as ações de fiscalização durante a temporada de Verão, com a parceira do CRE3-SC e das Prefeituras Locais, em todo o litoral Catarinense.

Todo Orientador de Surf que pretenda trabalhar no estado de Santa Catarina, deve atender à Legislação vigente dos órgãos competentes que são: o Conselho de Educação Física e as entidades da modalidade – ACES/FECASURF (Federação Catarinense de Surf. Para tal, deve apresentar projeto com descrição das atividades a serem desenvolvidas pela escola (ou Orientador Personal), profissionais responsáveis e croqui de localização da escola na praia para a ACES. Deve ainda, anexar carta da Associação de Surf Local, ciente do funcionamento da escola na praia e reconhecendo o profissional responsável.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 5059 bytes | Comentários?

em 12-07-2009 21:20 (41609 leituras)

Documentos Oficiais:

  • Declaração da FECASURF formalizando a parceria com ACES
  • Declaração CREF3-SC formalizando a parceria com ACES
  • Ofício CREF3/SC
  • Serviço de Utilidade Pública - Publicação em Diário Oficial
  • Site Oficial CREF3/SC
  • Jornal Cref3/SC & ACES

Documentos Oficiais ACES

Atestado de Funcionamento

Declaração FECASURF

Ofício CREF3/SC

Serviço de Utilidade Pública - Publicação em Diário Oficial

Site oficial CREF3/SC

Jornal CREF3/SC entrevista ACES


Site oficial FECASURF

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
em 12-07-2009 21:10 (19284 leituras)

Escolas e Especialistas de Surf & SUP
Credenciadas Norte SC


QUILOMBO SURF SCHOOL

Praia Do Quilombo – Penha

  (47) 8852-4634 | (47) 9232-7571

  quilombosurfschool


SURF NO PÉ

Balneário Camboriú

  (47) 9195 2137

  surfnope


ESCOLA DE SURF DO BILO

Balneário Camboriú

  (47) 9656-0578

  escoladobilo


NORTH SHORE ESCOLA DE SURF E SUP

Balneário Camboriú

  (47) 9902 6659

  northshoreescoladesurfesup


SOUL SURF ESCOLA DE SURF E SUP

Balneário Camboriú

  (47) 9919 8440

  AdrianoTrincaFerro


Personal

Carla Milene dos Santos Girolamo (Mili) e
Tiago Girolamo

CREF 12152 P/SC

Atuação: Mariscal, Bombinhas, Itapema e Balneário Camboriú

  47 99957.4372 / 47 99982.9150


Federação Catarinense de Especialistas e Escolas de Surf e Stand Up Paddle

"ENTRE NA ONDA CERTA, PROCURE UMA ESCOLA DE SURF CREDENCIADA FECEESS ."

Atenciosamente Diretoria
Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
em 12-07-2009 21:10 (14120 leituras)

Lista de Escolas de Surf Credenciadas Sul SC


EMBAÚ SURF CLUBE

Guarda do Embaú

  embausurfclube


ESCOLA DE SURF RINCÃO

Praia do Rincão - Criciúma

  (48) 9945 7133

  escoladesurfrincão


ESCOLA DE SURF CAPITÃO DAVID

Praia do Rosa - Imbituba

  (48) 9990 9458

  escoladesurfcapitaodavid


ESCOLA KITE & SURF

Praia de Ibiraquera - Imbituba

  escolakite&surf - ibiraquera


Federação Catarinense de Especialistas e Escolas de Surf e Stand Up Paddle

"ENTRE NA ONDA CERTA, PROCURE UMA ESCOLA DE SURF CREDENCIADA FECEESS."

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
em 12-07-2009 21:00 (22354 leituras)

ACES
ACES
Associação Catarinense das Escolas de Surf
Sede à Rod. Jornalista Manoel de Menezes, 2467
Barra da Lagoa - Caixa Postal 10.001
Lagoa da Conceição – 88.062-970 – Florianópolis - SC

Ofício nº 12/2008 – ACES
Florianópolis, 01 de Dezembro de 2008.

Senhor Secretário

Cumprimentando cordialmente Vossa Senhoria, vimos informar acerca de procedimentos relativos à Escolas de Surf, quando VISITANTES em outro balneário que não o de sua base.

Cada uma das 27 Escolas de Surf credenciadas ACES em Florianópolis, opera regularmente em sua praia base, ou seja, a praia escolhida para ter a sua sede. Como o surf é um esporte realizado na natureza, sujeito às intempéries como tormentas, vento forte, aumento do tamanho das ondas, entre outras (situação “STORM”), algumas vezes é necessário ir à outro balneário para que a aula de surf possa se realizar, por motivos óbvios de SEGURANÇA. Outras vezes, o mar está sem ondas (situação “FLAT”) tornando-se impossível ministrar aulas de surf, fazendo com que a Escola tenha que ministrar aulas em outro balneário.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 5826 bytes | Comentários?
em 12-07-2009 20:55 (3482 leituras)


PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS

SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E SERVIÇOS PÚBLICOS

 

PORTARIA N° 008/PMF/SUSP/2008

 

A PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS, ATRAVÉS DA SECRATARIA

MUNICIPAL DE URBANISMO E SERVIÇOS PÚBLICOS, COM SEDE A RUA FELIPE SCHMIDT, 881

FUNDOS, DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO VIGENTE ARTIGO 15, § 5º DA LEI ORGÃNICA DO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS, FAZ SABER A QUEM POSSA INTERESSAR, QUE ESTARÁ RECEBENDO INSCRIÇÕES PARA AS

ESCOLA DE SURF PARA A TEMPORADA 2008/2009.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 12479 bytes | Comentários?
em 11-07-2009 21:10 (6867 leituras)

Projetos sociais que acontecem nas escolas de surf credenciadas ACES.

  1. Surf Social na Mole - crianças do Chico Mendes em aula no Floripa Surf Club do Prof. Roger, providenciado pelo Maurio Borges
  2. Surf Social no Matadeiro 1 e 2 - projeto com apoio IPUF e CCEA para crianças do Mont Serrat e Chico Mendes
  3. Surf Social no Moçambique - Escola do Christian Surfers que oferece aulas de surf gratuitas para crianças de comunidades carentes em geral, onde há atuação da Igreja
  4. A Escola de Surf Costão do Santinho realiza desde 2004 um projeto social intitulado Surf Social em parceria com a Escola Pública Muncipal Maria Tomázia Coelho da praia do Santinho. Clique aqui para ver fotos das ações das escolas.
Surf Social na Mole - crianças do Chico Mendes em aula no Floripa Surf Club do Prof. Roger, providenciado pelo Maurio Borges Surf Social no Matadeiro  1 e 2 - projeto com apoio IPUF e CCEA para crianças do Mont Serrat e Chico Mendes Surf Social no Matadeiro  1 e 2 - projeto com apoio IPUF e CCEA para crianças do Mont Serrat e Chico Mendes Surf Social no Moçambique - Escola do Christian Surfers que oferece aulas de surf gratuitas para crianças de comunidades carentes em geral, onde há atuação da Igreja

Classificação: 10.00 (1 voto) - Classifique esta notícia - Comentários?

em 11-07-2009 18:30 (2706 leituras)

ACES - Associação Catarinense das Escolas de Surf

Diretoria Gestão 2007/2009 - Chapa "RISCO ZERO":

Rogério Ergasto Burzlaff Souto Mayor (Roger) – Presidente ( Proprietário Praia Mole Surf Club)

Ubirene Schauffert (Bira) – Vice Presidente ( Dirigente Salva Surf e Organizador WQS)

Karina Abras (Kika)– Diretoria Técnica (Proprietária Easy Surf )

Dinarte Domingues Neto – Diretoria de Fiscalização (Proprietário Itararé Surf Escola)

Fabrício Caldas – Diretoria Planejamento e Marketing ( Sócio-Proprietário Escola de Surf Costão do Santinho)

Gilson Melo – Diretoria de Responsabilidade e Inclusão Social (Proprietário Escola de Surf Sul Radical)

Graziella Maridakis Risso – Secretária Geral ( Psicóloga Responsável Praia Mole Surf Club / Surf Camp)

Rubens Muniz – Diretoria Norte (Proprietário Escola de Surf Quatro Ilhas)

Tânia Candemil / Fábio Carvalho – Diretoria Sul (Proprietária do Vilahine Surf Club)

São nossos Conselheiros:

  1. Manoel Ambrósio Alves - Proprietário da Escola de Surf Primeiras Ondas na Praia Brava
  2. Ricardo Andrade - Proprietário da Escola de Surf Aragua
  3. Ernesto Bolanho Hecker - Proprietário da Marreco Surf Escola
  4. Adriano Lemos - Proprietário da Escola de Surf Ingleses
  5. Sérgio Machado - Proprietário da Adrenailha Turismo Aventura
  6. Fábio Salvador - SUPLENTE - Proprietário da Escola de Surf Hui Nalu
Diretoria ACES
www.escolasdesurf.org.br
aces.escolasdesurf@gmail.com
(48) 9991.3535
Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?

em 11-07-2009 16:40 (2365 leituras)

ACES - Associação Catarinense das Escolas de Surf


Diretoria Gestão 2005/2007:


Rogério Ergasto Burzlaff Souto Mayor (Roger) – Presidente ( Proprietário Praia Mole Surf Club)


Hamilton Fernandes (Bira) – Vice Presidente ( Sargento Corpo de Bombeiros e Dirigente Salva Surf)


Ubirene Schauffert (Bira) – Diretor de Planejamento ( Dirigente Salva Surf e Organizador WQS e WCT)


Karina  Abras (Kika) e André de Oliveira – Diretoria Técnica  (Proprietária Easy Surf )


Tarcísio Bastos Schaefer– Diretor de Fiscalização (Proprietário Paz na Terra, Turismo Aventura - Campeche)


Fabrício Caldas – Diretoria Marketing ( Sócio-Proprietário Escola de Surf Costão do Santinho )


Gilson Melo – Diretoria de Responsabilidade e Inclusão Social (Proprietário Escola de Surf Sul Radical)


Graziella Maridakis Risso – Secretária Geral ( Psicóloga Responsável Praia Mole Surf Club / Surf Camp)


Rubens Muniz – Diretoria Norte (Proprietário Escola de Surf Quatro Ilhas - Bombas)


Fabinho Carvalho – Diretoria Sul (Imbituba)


Dir. Marketing: Fabrício Caldas

Tesoureiro: Matuzalem Barbato Gonzaga

Secretária: Graziella Maridakis Risso

Diretor Norte: a definir

Diretor Sul: a definir
Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
  em 01-01-1970 16:00 (436 leituras)
Bom dia à todos
O Curso de Capacitação para Orientador de Surf, a ser realizado nos dias 10 e 11 de Novembro, das 9h às 18h, será realizado no Centro de Eventos do Restaurante MEDITERRÂNEO, na POUSADA OCEANOMARE no bairro Rio Vermelho (Leste da ILha). Mapa em anexo.
AVISO:
Evento: CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA ORIENTADOR DE SURF
Data: 10 e 11 de NOVEMBRO de 2018
Horário: dia 10 SÁBADO - das 9h às 12h
das 14h às 18h
dia 11 DOMINGO-das 9h às 12h
das 14h às 18h
Local: Sala VIP do RESTAURANTE MEDITERRÂNEO - POUSADA OCEANOMARE
Rod. João Gualberto Soares, 5247 - Rio Vermelho, Florianópolis - SC - CEP 88.060-000
INSCRIÇÕES POR EMAIL: aces.escolasdesurf@gmail.com
PAGAMENTO NO LOCAL, VALOR R$ 300,00 (Trezentos Reais)
O PROGRAMA ESTÁ NO CARTAZ EM ANEXO
Dúvidas fone (48) 99991 0335 com Grazi (Tim e Whatsapp)
Ver anexo local...
Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Comentários?
Artigos de Surf e Educação Escolas de Surf ACES Projetos ACES Artigos de Meio Ambiente e Sustentabilidade Artigos de Competição
Informações Importantes Projetos Sociais Executados por Escolas de Surf Artigos de Surf e Saúde Mundo do Surf - SurfNews Área para Associados, Proprietários e Orientadores de Surf ACES

Fortaleça sua empresa.

Valorize sua marca.

Apoie uma Escola ACES e
faça parte de uma rede de educadores empreendedores.

ACES unindo talentos e fortalecendo a educação e o esporte em Santa Catarina.

Incluir link da ACES em seu site:
Federação Catarinense de Especialistas e Escolas de Surf e Stand Up Paddle

Copie o texto acima e cole em seu site.

Lista das Escolas de Surf Credenciadas ACES


SANTUR Ministério do Esporte Prefeitura Municipal de Florianópolis GOVERNO DE SANTA CATARINA
facebook
Escolas de Surf
twitter
RSS ACES SURF
rss

 

 

ESCOLA DE SURF, ESPECIALISTA, SURFSCHOOL, SANTA CATARINA, ESCOLA, SURF, STANDUPPADDLE, SUPTRIP, AVENTURA, WATERSPORTS, ACES, FLORIPA, PRAIAMOLE, ESCOLINHA, INGLESES, ECO, FLORIANOPOLIS, QUALIDADE DE VIDA, QUALIDADE, SALVA SURF, EDUCACAO, AMBIENTAL, CAPACITACAO, TREINAMENTO, QUALIFICACAO, SUSTENTABILIDADE, BRAVA, JOAQUINA, SURF SCHOOL, BARRA DA LAGOA, BRAVA, PADDLE, STANDUP, SUP, VIAGEM, SURFLESSONS, CAMPECHE, INGLESES, ACORES, LAGOINHA, MATADEIRO, CAPACITACAO, QUALIFICACAO, MORRO DAS PEDRAS, NAUFRAGADOS, PONTA DAS CANAS, BARRA DA LAGOA, LAGOA DA CONCEICAO, ESCOLA DE SURF, SURF TREINO , COMPETICAO , SURF AVANCADO, SURF , COMPETICAO, SURF SAFARI, SURF TOURS, SUPORTE TECNICO, CARENTES, CONSULTORIA